foto-perfil

Renata Corrêa é uma roteirista carioca & tijucana que mora em São Paulo, mas tá sempre na ponte aérea. Criadora do movimento anarco-baiano, acredita que o carnaval é a única manifestação popular capaz de unir todos os povos. Tira fotos muito ruins com uma Holga 135C, mas continua insitindo. Já fez livro pela internet, casou pela internet, fez amigos pela internet, compras pela internet, mas agora tá preferindo viver um pouquinho mais offline. Caso queira esbarrar com ela, manda um sms, pois ela acha foursquare muito cafona e odeia falar no telefone.

Calma!

Logo haverá novidades por aqui. ;)

Me manda
um telegrama...

Ah! Tempos modernos...
Acho que é mais prático me enviar
um email, né? ;)

contato@renatacorrea.com.br

 

 

Você também me encontra:

Twitter (@letrapreta), no Linkedin, no Facebook, no Skype (correa.renata), e no Instagram (letrapreta).

Cinco músicas para o Rio de Janeiro

Não vou comentar sobre as invasões no Rio de Janeiro. Sobre a importância da legalização das drogas. Não farei poesia com tragédia, tampouco vou comentar sobre a política de segurança pública carioca. Vou é fazer uma lista de músicas sobre o Rio de Janeiro. Tenho dito.

5 – O Carioca – Grupo Molejo

O Grupo Molejo sempre é citado como epítome da cafonice dos anos 90, mas essa música tem uma letra completamente vintage, sarrista, que malandreia o “eu carioca”.  A construção do personagem é tão completa que você visualiza esse cidadão que eles estão descrevendo.

“O carioca é aquele que sai na escola de samba
Lá na avenida ele é um bamba
O carioca é aquele que pelo Rio se inflama
Arpoador, Copacabana
O carioca é aquele que vive de gozação
Mas ama seus companheiros, pois todos são seus irmãos.”

4 – Samba do Avião – Tom Jobim

Qualquer que desceu de avião no Rio já pensou duas coisas: o cagaço de cair na Baía de Guanabara e o Samba do Avião.

3 – Enederço dos Bailes – MC Júnior e Leonardo

Só para lembrar que o Rio não é só feito de Ipanema e Leblon. Mc Júnior e Leonardo mapeiam os bailes funk do Rio de Janeiro e avisam que no subúrbio também se diverte.

” Lá na Tijuca tem uma baile que é sem bagunça / A galera fica maluca/ Lá no morro do Borel”

2 – Carioca – Chico Buarque

Nada melhor que um paulistano que escolheu ser carioca para fazer um relato tão desapaixonado e ao mesmo tempo tão poético sobre a cidade.

“Cidade maravilhosa
És minha
O poente na espinha
Das tuas montanhas
Quase arromba a retina
De quem vê”

1 – Aquele Abraço – Gilberto Gil

Que continua lindo, sabemos. Agora estamos lutando para que continue “sendo”.

E para quem quer ouvir mais música com carioca’s issues, é só clicar nos títulos abaixo:

Ela é Carioca

Do Leme ao Pontal

Rio 40º

Cidade Maravilhosa